Homem transforma pote de barro em geladeira na Paraiba


Conhecido como vaso de barro, com diferentes formas e /ou dimensões, e que já foi muito utilizado, sobretudo, no Nordeste do Brasil, mas que está quase em desuso, o velho pote de colocar água de beber poderá voltar a ser usado mais intensamente, principalmente, no Sertão da Paraíba. 

É que depois de refletir durante 30 dias, o pintor da cidade de São Bento-PB, José Bezerra da Silva, mais conhecido por João Pintor, que trabalha há 10 anos no ramo de refrigeração e pintura, desenvolveu um sistema de refrigeração de água, a partir de um pote. 

De acordo com o inventor sertanejo, os equipamentos adaptados ao pote são, basicamente, os mesmos de uma geladeira normal, a exemplo de serpentina, compressor, termostato, dentre outros. 

O pote-geladeira já está em pleno funcionamento, inclusive, sendo utilizado na oficina do autor da máquina. João disse que o instrumento deu tão certo, que já tem até encomenda pra fazer mais três, ao preço de R$500,00 cada um.