Eduardo Campos: 'Brasil não aguenta mais quatro anos de Dilma'


As declarações do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, como pré-candidato do PSB à presidência começam a assumir um padrão. Em aparições públicas, Campos tem elogiado a administração do ex-presidente Lula, numa estratégia de reverenciar o governo do petista e responsabilizar sua sucessora, Dilma Rousseff, por não dar continuidade ao que foi realizado pelo seu padrinho político.

"Não dá para ter mais quatro anos da Dilma [Rousseff], o Brasil não aguenta", disse o pernambucano, no sábado, no município de Nazaré da Mata. Foi a primeira vez em que ele citou nominalmente a presidente, em meio aos constantes ataques tem feito ao governo federal. Depois, ampliou a carga durante encontro político promovido pelo PSB: "A presidenta não soube tocar o Brasil do jeito que precisava ser tocado", afirmou. "Quem acha que sabe tudo não sabe de nada", continuou, ao reiterar que o Brasil "parou de crescer como estava crescendo".