Eduardo Campos e Aécio Neves continuam crescendo nas pesquisas

O senador Aécio Neves, pré-candidato do PSDB à sucessão presidencial, atribuiu nesta sexta-feira o crescimento do seu desempenho nas pesquisas eleitorais à queda da popularidade da presidente Dilma Rousseff, que tentará a reeleição. “Mais de 70% dos brasileiros querem mudanças. E continuação não é mudança nenhuma. Estamos caminhando para mostrar aos brasileiros que somos a mudança segura que o Brasil precisa viver”, afirmou o tucano.

Na pesquisa de intenção de voto feita pelo Datafolha para a disputa à Presidência, Aécio apresentou um crescimento de quatro pontos. De acordo com o levantamento, o tucano subiu de 16%, no início de abril, para 20%. Dilma ainda ficou na frente, mas com 37%, um ponto a menos do que na última pesquisa.

O ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, pré-candidato do PSB à Presidência da República, argumentou que seu desempenho ficou praticamente estável porque sua candidatura ainda é menos conhecida do que a dos adversários. ”Se 25% da população diz que nos conhece, a gente já chega à simulação com 11% ou 14%. Imagine quando chegar a 100% da população”, disse Campos. ”Eu estou confiante e nunca tive dúvidas de que essa eleição terá dois turnos e está em aberta”. Campos aparece na pesquisa em terceiro lugar com 11%, um ponto a mais do que em abril, quando o Datafolha fez o levantamento.