Rosalba deixará o DEM e diz que foi traída por Agripino


A governadora do RN, Rosalba Ciarlini, declarou ao jornalista Diógenes Dantas que deixará o DEM, mas que primeiro cumprirá o seu mandato até o fim. Na opinião de Rosalba ela se sentiu humilhada ao não ter o direito de ser candidata a reeleição, já que o partido realizou uma “cassação branca”. “Quem tem o direito de julgar a minha administração é o povo”, externou Rosalba.

Ainda emocionada com os últimos acontecimentos da convenção do DEM em Natal, a governadora Rosalba Ciarlini disse ainda na entrevista do Jornal da 96 FM que se sentiu traída pelo senador José Agripino, já que recebeu convites para ingressar em outros partidos e ela se manteve fiel ao lado dele. “Se eu sair agora podem querer cassar o meu mandato e eu não fujo da luta. Vou continuar trabalhando até o fim do meu mandato e as coisas irão aparecer naturalmente, pois Deus é o Senhor da razão”, disse.