A atual presidente do Brasil, Dilma Rousseff, lidera rejeição com 32%


Dilma é líder também em rejeição, com 32% do eleitorado total decidido a não votar nela de jeito nenhum.Essa taxa é de 51% entre os que têm ensino superior, 49% no grupo dos que têm renda acima de dez salários e 40% na região Sudeste. 

Na vice-liderança da rejeição aparece o candidato pastor Everaldo Pereira (PSC), líder de um ramo da igreja evangélica Assembleia de Deus. Ele é rejeitado por 18% –mais que Aécio (16%) ou Campos (12%). O Datafolha ouviu 2.857 eleitores nos dias 1º e 2 de julho. A taxa de confiança é de 95% (em 100 levantamentos assim, os resultados estarão dentro da margem de erro em 95 ocasiões).