Robinson Faria pouco investiu quando era secretário titular da SEMARH, diz Jornal


Jornal de Hoje - Nos dez meses que Robinson Faria passou como secretário titular da SEMARH foram aplicados apenas 7,7% do orçamento da pasta. Do total de R$ 539 milhões que constavam no orçamento da pasta na gestão do também vice-governador foram aplicados apenas R$ 41,3 milhões, o que corresponde a 7,7% do total orçado. Quem lembra isso, com base na análise orçamentária do Estado, é o professor Doutor João Abner, da UFRN, um dos maiores especialistas em Recursos Hídricos e autoridade no assunto na esfera estadual.

A passagem de Robinson pela SEMARH representou, segundo Abner, uma drástica diminuição nos níveis de investimento no setor de recursos hídricos. Nos anos anteriores, a SEMARH investiu acima de R$ 100 milhões. Para Abner, com Doutorado pela Universidade de São Paulo (USP) e especialista também em engenharia hidráulica e saneamento, os números mostram que Robinson Faria não tinha projeto para o setor que resolveu assumir. “Isso prova que o vice-governador não tinha projeto para a área de recursos hídricos. Se ele foi candidato a vice-governador, deveria ter chegado com projetos prontos, com ideias, caso tivesse trabalhado com bons assessores técnicos, mas não foi o que aconteceu”, disse em entrevista recente.