Vivaldo poderá ser deputado no lugar de José Adécio


Aumentam as chances do deputado Vivaldo Costa (PROS), continuar na Assembleia Legislativa. Nesta sexta-feira (14), o juiz eleitoral de Pedro Avelino, Otto Bismarck julgou procedente ação interposta pelo Ministério Público Eleitoral pedindo a inelegibilidade por oito anos do deputado estadual eleito José Adécio (DEM), da esposa Neide Suelly, que disputou o cargo de prefeita em 2012, e ainda de Joaldo Bezerra.

O MP acusa os três de abuso de poder econômico. Para ser diplomado deputado em 18 de Dezembro próximo, José Adécio terá que ter autorização, através de uma liminar, de algum Ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).