Colapso d’água no Seridó poderá se tornar caso para Defesa Civil


Expresso RN - “Currais Novos vive um drama com a estiagem”, de acordo com José Eudes, chefe da CAERN no município, que tem 28 anos como servidor da empresa responsável pela gestão de águas no Rio Grande do Norte. Conforme ele, a situação é a mais complicada por ele já vista, maior até que uma calamidade que atingiu o município de Cruzeta na década de 90.

Os dois reservatórios que abastecem a cidade são o Açude Dourado, em Currais Novos, e o Açude Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, na cidade de Acari. O primeiro está apenas com 1% de sua capacidade, no chamado volume morto e é considerado zerado, visto que as bombas quando ativadas puxam lama imprópria para o uso. E o segundo, tem 3,18% (dados atualizados na manhã desta sexta-feira, dia 12 de dezembro) de sua capacidade.