TSE mantém inegibilidade de Rosalba


Em decisão monocrática proferida pela ministra Maria Tereza, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a ex-governadora Rosalba Ciarlini foi considerada inelegível por oito anos, em razão da prática de abuso do Poder Econômico no processo eleitoral ocorrido em 2012 em Mossoró, favorecendo a então candidata à prefeita Cláudia Regina (DEM), eleita naquele pleito e afastada das funções em dezembro de 2013.

Mesmo com a possibilidade de recurso invalidando a decisão do TSE, nos meios jurídicos, a tentativa da ex-governadora do Rio Grande do Norte de reverter a decisão se apresenta com enormes dificuldades.