Rebelião chega ao fim no Pereirão de Caicó; presos agiram em “solidariedade”

 

Segundo informações do juiz criminal de Caicó, Luiz Candido Villaça, os presos amotinados na Penitenciária Estadual do Seridó, em Caicó, já teriam sidos controlados. O magistrado está acompanhado do promotor criminal, Geraldo Rufino de Araújo Júnior, e ambos tiveram a informação o motim em Caicó seria em “solidariedade” às rebeliões ocorridas nas unidades prisionais de Natal. O batalhão de choque esteve dentro do Pereirão para tentar contornar a situação vivenciada naquela unidade prisional. Informações pré-limares dão conta que já houve uma negociação entre os detentos e a segurança. Fotos: Polícia Militar e Willacy Dantas