Entrevista feita com acariense Dom Eugênio Sales é transformada em livro


“Dom Eugênio Sales em Natal – fé e política” é o título do livro que será lançado nesta quinta-feira, 21, às 19 horas, no auditório da Casa da Indústria, da FIERN, situada Senador Salgado Filho, bairro de Lagoa Nova, em Natal. O livro é a publicação de uma entrevista feita em 1963, pelo jornalista norte-americano Michael Murphy, ao então Administrador Apostólico de Natal, dom Eugênio de Araújo Sales.

A entrevista, feita em inglês, e nunca publicada, agora se transforma no livro. O texto foi traduzido pelo professor da USP e jornalista Manuel Carlos Chaparro e pela americana Camy Harland Condon. Ela foi voluntária do Papa, em Natal, na década de 60. O livro foi organizado por Safira Bezerra Ammann, Marcos José de Castro Guerra e por Otto Euphrásio de Santana.

O livro

“Dom Eugênio Sales em Natal – fé e política” é um livro com 187 páginas, divididas em quatro capítulos. O primeiro trata da situação econômica e social da Região Nordeste, no início da década de 60. O segundo e o terceiro tratam do Movimento de Natal (série de ações sociais desenvolvidas pela Arquidiocese de Natal). E o quarto capítulo destaca a ação dos padres, religiosos e leigos, em Natal, na época.

Dom Eugênio Sales 

Natural de Acari, dom Eugênio foi bispo auxiliar (1954 – 1962) e administrador apostólico da Arquidiocese de Natal (1962-1965). Em seguida, foi nomeado administrador apostólico da Arquidiocese de Salvador (BA) e, em 1969, arcebispo da mesma Arquidiocese e primaz do Brasil. Dom Eugênio foi nomeado cardeal também Papa Paulo VI e chegou a ocupar cargos em onze congregações no Vaticano. Em 1971, foi nomeado arcebispo da Arquidiocese do Rio de Janeiro, função que exerceu até 2001. Ele faleceu em 09 de julho de 2012, no Rio de Janeiro.