No Rio Grande do Norte, 5 mil alunos ficam sem Fies


O corte de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), financiador do Programa de Financiamento do Ensino Superior (Fies), deverá atingir pelo menos cinco mil estudantes potiguares. Os números de novos contratos de financiamento de estudos através do Fies, que registraram altas consecutivas entre 2010 e 2014 deverão, pela primeira vez, decrescer este ano.

Somente em uma universidade privada do Rio Grande do Norte que expôs os dados de matrículas, os novos financiamentos caíram 71,42%. No Brasil, o número de estudantes que não conseguiu o financiamento dos estudos superiores via Fies chegou a 49,51% do total de inscrições protocoladas no Ministério da Educação.