“Nós estamos caminhando para um deserto no Seridó”, destaca coordenadora do Defeso-Caatinga


A região do Seridó será palco do Fórum Permanente de discussão sobre estratégias de Recuperação da Caatinga. Os fóruns serão realizados em várias cidades do Seridó. Por exemplo, no dia 19 de junho será no IFRN de Parelhas. Coordenado pela professora Magda Maria Guilhermino, do Grupo de Estudos em Produção Animal Sustentável do Rio Grande do Norte (GAPERN), o projeto defenda urgentemente a construção de uma política pública intitulada “Defeso da Caatinga”.

O Grupo de Estudos coordenado pela professora identificou que a região Seridó é o espaço que requer um cuidado mais urgente, visto o eminente processo de desertificação que apresenta. “Se nós não trabalharmos a questão séria do reflorestamento das fontes de água importante para a preservação da caatinga, nós estamos caminhando para o deserto, e não é a muito tempo daqui não, é a pouco tempo”, disse. 

Marcos Dantas