Acariense Canindé Oliveira consegue autorização para abrir sua rádio FM em Caicó


No mês de julho, a cidade de Caicó irá ganhar mais uma emissora de Rádio. A FM Comunitária 87,9, que será chamada Rádio Povo. Uma conquista dos seridoenses Canindé Oliveira e Juscelino Kubitschek. 

Localizada no Bairro Barra Nova, bem em frente a Praça da Igreja de Santa Cruz, a emissora já foi autorizada pelo Ministério das Comunicações para funcionar. 

De acordo com o empresário, Juscelino Kubitschek, que divulgou a notícia na noite desta segunda-feira (08), nas redes sociais, os equipamentos já começarão a ser instalados na próxima semana.

Acariense Canindé Oliveira

Nascido e criado na "pobreza", por família humilde, porém, honesta e trabalhadora, o pequeno Canindé já sonhava em um dia ser um grande comunicador. Brincava com peças de rádio, montava e desmontava aparelhos eletrônicos, como um "presságio" do que haveria de ser um dia: Comunicador e radialista. 

O acariense Canindé Oliveira, hoje conhecido artisticamente por "Homão", deu seus primeiros passos na comunicação religiosa, empostando sua voz nos microfones da igreja Matriz de Nossa Senhora da Guia. Hoje é a voz que mais vende na cidade de Caicó. Um comunicador referência na região do Seridó. 

A cidade de Acari, se orgulha em te-lo como "filho", pois foi pela iniciativa dele, em montar uma FM na cidade, na época, a Cultura FM onde funcionava apenas durante a festa da padroeira Nossa Senhora da Guia, que hoje a cidade tem sua própria FM Comunitária, por onde passaram vários comunicadores da terra. Foi a influência de Canindé que tornou possível o desenvolvimento na comunicação da pequena cidade.

Hoje, em meados do mês de junho de 2015, "Homão" conquistou, com mérito, a autorização para colocar em funcionamento a sua própria rádio. Ele que saiu de Acari com "uma mão na frente e outra atrás" mas também com um sonho no coração, provou que "santo de casa" pode sim obrar "milagres". Canindé Oliveira, se tornou o primeiro radiodifusor acariense a inaugurar uma emissora fora dos limites da terra das cordilheiras.