Em entrevista, Robinson Faria apela para o discurso de retrovisor em Currais Novos


Para quem declarou que não adotaria o discurso de retrovisor, o governador Robinson Faria parece ter voltado atrás, já que em entrevista à imprensa em Currais Novos no fim de semana, passou a culpa do problema da crise hídrica para os governos passados, onde na sua avaliação não pensaram no Estado e sim apenas nas eleições seguintes. 

"O problema da crise hídrica é uma política de Estado, os governos passados não se planejaram. Você tem que ser governador que pense no Estado para os próximos 50 anos e nas para as próximas eleições. Por isso que está aí o colapso, mas nós herdamos o problema e estamos enfrentando a situação com um programa arrojado de perfuração de poços dentre outras medidas para tentar reverter a situação”, disse Robinson Faria