Inep contratará 25 mil servidores para monitorar aplicação do Enem


O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá entre 20 e 25 mil servidores públicos do governo federal que atuarão como fiscais para garantir a segurança da próxima edição da prova. 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), que realiza o exame, abriu, nesta segunda-feira (29), um edital para interessados em trabalhar no monitoramento e controle das provas nos dias 24 e 25 de outubro. 

A remuneração dos servidores aprovados é de R$ 39,15 por hora de trabalho e trabalharão de oito a 12 horas por dia. Segundo o edital, os selecionados atuarão exclusivamente sob a orientação do Inep, nos locais de aplicação do exame. 

Ainda de acordo com o edital, podem participar do processo seletivo servidores do Executivo federal que não estejam de licença, em afastamento, inativos, e também não podem ter parentes de segundo grau, cônjuges ou companheiros participantes no Enem. O prazo para que os interessados se inscrevam termina no dia 15 de julho.