Greve na UERN chega a 107 dias e bate recorde de Rosalba


Nesta terça-feira(8), a greve dos servidores(professores) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) completa 107 dias, e já ultrapassa um dia a última greve da categoria, em 2011, no Governo Rosalba, quando durou 106 dias. 

A greve dos docentes da Uern foi deflagrada em 29 de maio, depois de rejeição a um reajuste anual de 12,53%, em quatro vezes, que excluía professores aposentados.