EMPARN tem previsão de poucas chuvas previstas para os próximos meses

De acordo com a gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), “as condições termodinâmicas analisadas nas últimas semanas referentes aos oceanos Pacífico e Atlântico indicam que ainda predomina a condição de El Niño no Oceano Pacífico com anomalias na temperatura superficial que chegam a 3ºC na parte central desse oceano”. Os valores esperados até o próximo dia 30 deverão variar entre 0 e 5 mm no litoral. No interior do estado, não devem ocorrer chuvas nesse período.

Durante os meses mais quentes do ano – novembro, dezembro, janeiro e fevereiro – quando ocorrem no estado as chuvas da pré-estação chuvosa (chuva do cajueiro), atuam na região sistemas meteorológicos transientes (frentes frias e vórtices ciclônicos de ar superior). Esses sistemas meteorológicos são de baixa previsibilidade climática, por isso somente podem ser previstos a curto prazo, com no máximo 5 dias de antecedência. Além disso, esses sistemas apresentam características como a posição e concentração de umidade, responsáveis pela distribuição e intensidade das chuvas. Assim, para os meses de novembro e dezembro de 2015, além de janeiro de 2016, não é possível determinar uma previsão climática com bom acerto.