Gasto com tratamento de Schumacher chega a R$ 60 milhões, diz site inglês


O grave acidente de esqui sofrido por Michael Schumacher completará dois anos em dezembro. Sua recuperação é lenta e a família, discreta, prefere omitir detalhes sobre o estado de saúde do alemão. Contudo, o jornal inglês The Mirror estima que os familiares já desembolsaram mais de 10 milhões de libras (cerca de R$ 60 milhões) nos tratamentos do ex-piloto de 46 anos.

O heptacampeão da Fórmula 1 sofreu uma queda e bateu a cabeça enquanto esquiava nos Alpes franceses, no dia 29 de dezembro de 2013. Após o acidente, Schumi foi induzido ao coma, passou por duas cirurgias para retirar coágulos de sangue do cérebro e permaneceu seis meses em coma no hospital de Grenoble, até sair do coma e ter condições de ser transferido para uma clínica de recuperação em Lausanne, na Suíça.