Intenção da TAM seria de instalar hub em Natal desde início da disputa


Uma audiência realizada nesta segunda-feira (19) na seccional potiguar da Ordem dos Advogados do Brasil trouxe a público detalhes que evidenciam o favoritismo de Natal na disputa pelo centro de conexões da Latam. 

À primeira vista, conforme explicou ao portalnoar.com o professor de administração Carlos Alberto Medeiros, podem parecer apenas detalhes, mas podem revelar como a Latam, desde o princípio, já esteve determinada a fazer seu hub no aeroporto internacional de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana.

Uma das evidências remete à redução do querosene de aviação. Em janeiro, o governador Robinson Faria rebaixou a alíquota de ICMS de 17% para 12%. O que só agora veio a público é que tal redução foi resultado de um pedido direto da TAM ao Governo do Estado.

Já com a disputa deflagrada entre Natal, Fortaleza e Recife, a TAM contratou um estudo à Oxford sobre os impactos econômicos do hub. Mais uma vez, o favoritismo de Natal ficou evidenciado.

Conforme o professor Carlos Alberto Medeiros, o estudo da Oxford tinha originalmente um caráter sigiloso e foi encomendado apenas para Natal. Não estava previsto que Fortaleza e Recife fizessem parte do levantamento.