Preso é morto e pendurado pelo pescoço em trave de futsal no presídio de Alcaçuz


Um preso identificado como José Wilde da Silva, de 38 anos, foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (6), no presídio de Alcaçuz, em Nísia Floresta. O detento estava pendurado pelo pescoço, amarrado por uma corda, em uma das traves da quadra do pavilhão 1. Não se sabe qual a motivação do crime. 

O diretor do presídio, Eider Brito, disse que o detento foi encontrado morto por volta das 11h. Segundo Brito, o presidiário não havia demonstrado problemas com outros presos e o comportamento não podia ser avaliado porque ele havia chegado à unidade somente no dia 25 de setembro, depois de regredir do regime semiaberto. O diretor também não tem a informação se ele pertencia a alguma facção criminosa.