Cientistas observam no espaço algo nunca antes visto na história


Cientistas do Instituto Harvard-Smithsonian de Astronomia observaram algo nunca antes visto na história: um planeta rochoso, como a Terra, ser desintegrado por uma estrela anã branca. O objeto está a cerca de 570 anos-luz da Terra, na constelação de Virgem.

A descoberta foi captada pelo observatório espacial Kepler K2, da Nasa. A missão monitora as sombras produzidas quando ocorre uma colisão entre um corpo celestre e uma estrela. 

De acordo com os dados do Kepler, a luminosidade teve uma queda regular a cada 4,5 horas, colocando o planeta em uma órbita cerca de 850 mil quilômetros distante da estrela. Isso significa que a extensão entre os dois objetos é cerca de duas vezes a distância da Terra à Lua.